terça-feira, maio 09, 2006

HELENA


Helena era uma mulher como muitas mulheres , que cruzamos no vai e vem de uma cidade grande, bela de lindos cabelos negros e olhos verdes.
Ela já estava com uma certa idade, mas nunca pensou em se casar, pois não queria se prender a ninguém e nem perder a liberdade que tinha.
Por vezes Helena ia até uma loja de conveniência onde fazia suas compras .
Em uma tarde Helena para seu carro no estacionamento da loja e observa de longe um rapaz de pouca idade , mas que tinha um olhar misterioso .. e isso encantou Helena.
Helena faz suas compras como de costume e sente sendo observada pelo rapaz .
O Rapaz diz a Helena que vai ajudá-la com as compras e Helena não recusa a oferta.
Helena pergunta ao rapaz com e o seu nome .. e o rapaz se apresenta com um lindo sorriso.
Sou Orlando.
Helena agradece e vai embora...
Mas em casa Helena consegue tirar Orlando dos seus pensamentos e no dia seguinte volta a loja..
Desta vez Orlando já a cumprimenta e assim Helena começa a ir a loja todas as tardes.
Um Dia Orlando a convida para sair.. e muito tímido diz que gostaria de estar conversando com ela.. Helena olha em seus olhos...e responde um sim.(nunca olhe profundamente nos olhos de uma pessoa pois vc acaba se apaixonando)
Orlando não se cabe em si de tanto contentamento.
No horário marcado Helena chega , mas Orlando não..
Helena vê Orlando do outro lado da avenida.. lindo , menino, misterioso vindo ao seu encontro... Mas Orlando não seja a encontrá-la, na tentativa de atravessar a avenida e com pressa... é morto atingindo por um carro. E morre imediatamente .

E isso ai.


Lendo : Bivar na Corte de Bloomsbury - Antonio Bivar



Um comentário:

Robson Assis disse...

Ia perguntar a mesma coisa do comentário de cima! Afinal, Orlando parecia um ser humano tão gentil!!!!

Mas é uma bela e trágica história!

beijo, querida!