terça-feira, janeiro 23, 2007


"Privamo-nos para mantermos a nossa integridade, poupamos a nossa saúde, a nossa capacidade de gozar a vida, as nossas emoções, guardamo-nos para alguma coisa sem sequer sabermos o que essa coisa é. E este hábito de reprimirmos constantemente as nossas pulsões naturais é o que faz de nós seres tão refinados. Porque é que não nos embriagamos? Porque a vergonha e os transtornos das dores de cabeça fazem nascer um desprazer mais importante que o prazer da embriaguez. Porque é que não nos apaixonamos todos os meses de novo? Porque, por altura de cada separação, uma parte dos nossos corações fica desfeita. Assim, esforçamo-nos mais por evitar o sofrimento do que na busca do prazer"

Freud

Bem é isso ai....

Ouvindo.: Say It Right - Nelly Furtado

3 comentários:

Lyne - A Magrela disse...

Ah...Eu sou super fã do Freud e amei este trecho. Adorei estudar Freud nas aulas de Psicologia que tinha no colégio. Ótimas lembranças .
Beijos
Lyne

Robson Assis disse...

Freud é muito bom. Preciso lê-lo mais. Muito bom este trecho.

Saudades, querida.
beijão!

Cidinha Fiore disse...

E eu pensando que era a única estrela mais antiga da galaxia...rsrsrsrsr...amei achar Vc....obrigada pelo bem que me fez...me visite se quiser.beijos.Cidinha Fiore